Você tem um felino e ele some com frequência? Saiba quais os motivos que fazem os gatos desaparecerem

Entre um miau e outro, cadê meu gato? Com um jeito único, que mistura fofura e mistério, carinho e distanciamento, eles cativam seus donos. É praticamente impossível não se apaixonar. Às vezes, os gatos ficam na volta dos tutores, cheios de amor, e, logo em seguida, somem. Você sabe por que os gatos desaparecem?

Quem tem um gatinho em casa já se acostumou com essa independência do bichano. Mas se este não é o seu caso e você está pensando em adotar um gato para chamar de seu, acostume-se: ele tem uma maneira própria de agir.

Diferentemente dos cachorros, para os gatos, seu território não é somente a casa onde vivem. Por isso, eles gostam de explorar tudo ao seu redor. Assim, esteja ciente de que vez ou outra, seu gato irá dar uma escapadinha e voltar algumas horas depois ou até mesmo no dia seguinte.

O que fazer quando os gatos desaparecem?

Como já falamos anteriormente, o sumiço de um gato é mais comum do que podemos imaginar. Essa atitude aventureira faz parte do extinto selvagem de todo o felino. Se você quiser mantê-lo em casa, forre todas as portas e janelas com telas, caso contrário, eles vão escapar. Na maioria das vezes está tudo bem, mas há situações em que você precisa ficar alerta.

Principais motivos que fazem os gatos desaparecerem:

– Mudança de lar: se você mudou de residência recentemente, é comum que o gato não reconheça o ambiente e tente voltar para o antigo lar. Se este é o seu caso, visite o endereço anterior. Há grandes chances de encontrá-lo por lá.

– Novo gato na família: gatos são muito sensíveis e na presença de um novo morador na casa, eles podem se sentir incomodados e buscarem um novo lar. Dessa forma, recomenda-se que o tutor evite que ele tenha acesso à rua. Com o tempo ele irá se acostumar com o novo companheiro.

– Machucado ou doença: quando eles estão doentes ou machucados eles costumam se isolar. Se você percebeu um comportamento diferente no seu gato, procure um veterinário de sua confiança.

– Fêmeas no cio: o instinto animal fala mais alto nestes casos. Quando uma fêmea está no cio, é comum que o gato desapareça por um período. É uma situação delicada, pois em muitos casos, eles até brigam com outros gatos para disputar a fêmea e, com isso, acabam machucados.

Quando eu preciso me preocupar?

É preciso ter bom senso e conhecer bem a região em que você mora. Saber se ela é tranquila ou se apresenta riscos à vida e à saúde do animal é fundamental. Caso o local não seja adequado para o gato, procure mantê-lo em casa. Caso contrário, uma dica interessante é colocar no bichano uma coleira de identificação com o nome do felino e o telefone do tutor. 

No entanto, se o desaparecimento do gato for maior do que o esperado corra para alternativas como: procurá-lo pelas redondezas, divulgar nas redes sociais, perguntar para os vizinhos e, por fim, esperar.

Mas você deve estar se perguntando: por quanto tempo devo esperar? Para esta pergunta, infelizmente, não tem uma resposta exata. É difícil definir por quanto tempo é normal um gato desaparecer. Porém, só você que conhece bem o seu bichano e saberá o momento de buscá-lo.

Como manter o felino em casa

Quer seu gato mais tempo em casa sem fazer dele um prisioneiro? Invista em equipamentos que irão distraí-lo dentro do ambiente em que vivem. Brinquedos, arranhadores e itens interativos certamente irão “prendê-lo” por mãos tempo no ambiente. CONFIRA AQUI. Outra dica é a castração. Ela é recomendada (dentre outros motivos) para deixar o gatinho mais tranquilo e caseiro, mas este é um assunto para outra hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.